Como podemos usar o WhatsApp em ambientes hospitalares?

O uso de novas tecnologias de comunicação instantânea, como o Whatsapp, em ambientes profissionais é cada vez mais comum, pois elas ajudam a agilizar o trabalho, além de serem econômicas.

Em ambientes hospitalares, os aplicativos modernos podem ter várias aplicações, e são convenientes por serem silenciosos, simples de utilizar e possuírem diversos recursos que ajudam no repasse de informações vitais.

Para auxiliar os profissionais da saúde a inserirem esse aplicativo em sua rotina de trabalho, elaboramos uma lista com seus usos em ambientes hospitalares. Confira!

 

  • Comunicação entre profissionais

Essa talvez seja a principal aplicabilidade do Whatsapp em hospitais, pois todos os profissionais utilizam smartphones e os carregam consigo nos ambientes que frequentam.

Utilizar o aplicativo é uma forma de garantir comunicação eficiente, rápida e silenciosa entre funcionários, sendo muito melhor que do fazer uma ligação, o que pode interromper uma atividade importante.

 

  • Esclarecimento de dúvidas

É comum que, em hospitais, dúvidas surjam, seja por parte da equipe ou dos familiares dos pacientes, o que pode ser uma tarefa um tanto difícil já que, muitas vezes, o profissional responsável não se encontra em setor próximo.

Também é recorrente a consulta entre colegas de diferentes setores, para esclarecer simples dúvidas sobre a possibilidade de transferência de pessoas, ou, até mesmo, a respeito de procedimentos a serem realizados.

Quando a equipe é treinada para usar Whatsapp no ambiente hospitalar, essas questões da rotina podem ser facilmente resolvidas já que a comunicação é fácil e instantânea, economizando um tempo que pode ser precioso para salvar vidas.

 

  • Envio de imagens

Outro fato que envolve a comunicação entre profissionais é o envio de imagens referentes a exames diversos, desde hemogramas até os mais complexos, como PET-SCAN, assim como prontuários, requisições, receitas, entre outros.

Com o uso do Whatsapp em ambiente hospitalar, os médicos podem enviar fotos desses documentos no mesmo momento em que eles são requisitados, auxiliando no esclarecimento de dúvidas e na tomada rápida de decisões essenciais.

 

  • Comunicação de escalas de trabalho e mudanças

Uma situação muito comum para quem trabalha em hospitais é a constante mudança de horários e escalas o que, muitas vezes, ocorre de maneira repentina, com pouco espaço de tempo para encaixe de outro profissional que substitua aquele que precisa faltar.

Além disso, é importante que as trocas sejam realizadas por colegas de áreas e competências semelhantes, o que dificulta ainda mais o encaixe de outro profissional.

Com o uso do Whatsapp, essa tarefa se torna muito mais simples, até mesmo porque os profissionais podem criar diversos grupos, incluindo colegas de outros estabelecimentos e de várias especialidades, agilizando quando for necessário organizar horários e escalas.

 

  • Consultas entre diferentes instituições

Em muitos hospitais, como os universitários, é recorrente a realização de trocas de experiências entre profissionais de outras instituições, o que auxilia no desenvolvimento de novas técnicas, melhorias no ensino e também para pesquisas.

O Whatsapp é um instrumento que facilita muito essas interações, permitindo agilidade na consulta a colegas com mais experiência ou cuja especialização é em área diversa.

 

Aplicativos de mensagens instantâneas como o Whatsapp são uma ferramenta muito importante para ser usada nos ambientes hospitalares, pois conferem agilidade e economia de tempo em um setor vital.

O treinamento dos profissionais para que aprendam a inserir o aplicativo em sua rotina de trabalho é essencial, pois assim é possível garantir a máxima eficiência e os melhores resultados que o uso desta ferramenta pode oferecer.

 

2 respostas
  1. Antonio Carlos B Rodrigues
    Antonio Carlos B Rodrigues says:

    Não tenho dúvidas de que esta é uma grande ideia do ponto de vista funcional. Porém, gostaria de saber se você já fez alguma análise sobre as implicações legais, especialmente no aspecto trabalhista, visto que a proposta é de usar os aparelhos e chips (linhas) particulares dos funcionários.
    Agradeço sua atenção antecipadamente.

    Antonio Carlos B Rodrigues

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *